CEN 2011 recebe exposição de Pablo Lobato

O Que Pode a Expiração (Foto Adriana Galuppo)

Exposição de Pablo Lobato é a primeira programação paralela confirmada no CineEsquemaNovo 2011

 

 

  • A videoinstalação “Expiração 02” cria novos significados para imagens de arquivo e estará sediada na Usina do Gasômetro, em Porto Alegre
  • Festival acontece entre os dias 23 e 30 de abril e segue com inscrições abertas para a seleção em suas mostras competitivas até 17 de janeiro

 

O CineEsquemaNovo 2011 – Festival de Cinema de Porto Alegre (CEN) começou a divulgar a sua programação. A primeira atividade confirmada para a próxima edição do encontro é a exposição “Expiração 02”, do artista mineiro Pablo Lobato, que acontecerá na Usina do Gasômetro durante todo o festival.

Expiração 02 é um desdobramento da exposição “O Que Pode a Expiração”, que esteve em cartaz em maio de 2010 no museu Inimá de Paula, em Belo Horizonte. A exposição consiste em uma videoinstalação composta por monitores ligados à máquina Expiração, que roda ininterruptamente vídeos produzidos a partir de imagens de arquivo nunca utilizadas antes e que também nunca foram reproduzidas – ou seja, imagens das quais não existem cópias. São restos de filmes, arquivos de viagens, de família ou amigos coletados ao longo de doze anos de trabalho com audiovisual, tudo do acervo pessoal do artista.

Quando acionadas, no dia da abertura da exposição, as máquinas determinarão aleatoriamente o tempo de existência de cada vídeo por meio de um software desenvolvido especialmente para o projeto Expiração. Deste modo, depois de determinado tempo, as imagens deixam de existir. Pablo Lobato esclarece que a intenção não é simplesmente apagar as imagens, mas sim dar um novo estado a elas. O objetivo é gerar um corpo a corpo do público com as imagens, que depois de extintas passam a existir apenas na memória das pessoas.

Máquina Expiração (Foto Adriana Galuppo)

Segundo o artista, movido pela inversão da lógica que atualmente guia as práticas industriais de produção, armazenamento e circulação de imagens, o projeto Expiração cria a possibilidade de estarmos diante de imagens e sons gravados que deixarão de existir.

Muitas vezes, hoje em dia, ao mesmo tempo em que se guarda tudo, muitas imagens permanecem inutilizadas: as pessoas as deixam passar, mesmo quando são imagens que as tocam ou interessam. “Desgravar não para apagar, mas para liberar gravidades. O que interessa é a inspiração, ou antes, o sopro. Expiração é furtar. Aspiro a um mínimo de vida em estado bruto”, diz Pablo no catálogo de Expiração 01.

“Expiração 02” terá em sua abertura, no dia 23 de abril, uma performance de Pablo Lobato que consistirá no acionamento das máquinas que determinarão a duração de cada vídeo (a informação estará disponível ao público).

Sobre o artista

Pablo Lobato está conectado ao CineEsquemaNovo desde sua primeira edição, em 2003, quando o artista exibiu seu curta “Cerrar a porta em filme” na Mostra Competitiva de Curtas. Mais adiante, em 2008, integrou o júri oficial de premiação do festival.

Por seu último filme, o curta-metragem Queda, o artista mineiro ganhou em novembro último dois prêmios no Festival de Brasília 2010 (Melhor Direção e Melhor Som). Com Acidente, realizado em co-direção com Cao Guimarães, ganhou o prêmio de melhor Doc Ibero-Americano no Festival Internacional de Cinema de Guadalajara, no México (2007). O jovem artista foi também bolsista da John Simon Guggenheim Foudation, New York (2008-2009), contemplado pelo Prêmio Marcantonio Vilaça, da Funarte (2009-2010) e pelo 29º Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte, em 2008.

Pablo Lobato participou ainda de várias exposições coletivas e festivais internacionais de arte contemporânea e de cinema, como Sundance (2007), Locarno (2007), Documentary Fortnight (MoMa, Nova Iorque, 2009), In and Out of Context – New Museum, New York (2010) e O Desejo da Forma – Neoconcretismo and Contemporary Art from Brazil – Akademie der Kunst, Berlim (2010).

O artista mineiro faz parte de uma geração de jovens realizadores brasileiros que têm produzido obras híbridas, que promovem um forte diálogo do cinema e do vídeo com as artes plásticas, tencionando as fronteiras estéticas e narrativas do cinema tradicional. É um dos criadores da Teia, um centro de pesquisa e produção audiovisual do qual fazem parte também outros jovens realizadores bastante premiados nacional e internacionalmente: Clarissa Campolina, Helvécio Marins Jr., Leonardo Barcelos, Marília Rocha e Sérgio Borges.

Assista ao curta Beam Drop Inhotim, de Pablo Lobato, que registra uma performance do videoartista e performer Chris Burden no Instituto Inhotim, em Minas Gerais:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=eZd1SdOrnc8]

* O edital de seleção e a ficha de inscrição do CEN 2001 estão disponíveis no site oficial do festival.

4 comments for “CEN 2011 recebe exposição de Pablo Lobato

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *