Confira a lista das estreias internacionais, nacionais e locais do CEN-E

# Videoinstalação “Time and the wave”, de William Raban, foi finalizada no início de junho e terá première no dia 22/06 a partir das 12h na Usina do Gasômetro.

# Entre os artistas brasileiros, destaque para a estreia nacional do curta “Tremor”, de Ricardo Alves Jr., e da pré-estreia de “Doce Amianto”, longa de Guto Parente e Uirá Reis.

# Confira a programação por dia, hora e local aqui.

 

A programação do Cine Esquema Novo Expandido está recheada de estreias de filmes e também de exibições de obras que nunca tinham ganhado as telas das salas de cinema ou os ambientes dos espaços expositivos de Porto Alegre. A começar pelo convidado especial William Raban, que promoverá durante o festival a estreia mundial da videoinstalação “Time and the Wave”, que dá sequência à investigação sobre a forma do filme-crônica que o artista já havia exercitado em outra obra, que também será exibida no CEN-E: “About Now MMX”, de 2010.

Em “Time and the Wave”, Raban apresenta um olhar às manifestações públicas ocorridas em Londres em 2012 e 2013 por ele filmadas, como a inauguração do shopping Westfield, em Strafford; o protesto Occupy Saint Paul; o cortejo fluvial do jubileu da Rainha Elizabeth; e o funeral de Margaret Thatcher. O objetivo, segundo o próprio artista, é criar um retrato do estado atual da economia cultural da Inglaterra, e da própria condição do país de forma mais ampla.

“Time and the Wave”, “About Now MMX” e ainda “The Houseless Shadow” (2011) estarão à disposição do público nas galerias Iberê Camargo (térreo) e Lunara (5. andar) da Usina do Gasômetro a partir do sábado 22 de junho, às 12h, em vernissage acompanhada pelo próprio Raban.

Já o cineasta mineiro Ricardo Alves Jr. traz para o Cine Esquema Novo Expandido duas estreias: o curta-metragem “Tremor” (2013) e a videoinstalação “Tormenta Ressonante” (2013), concebida especialmente para o CEN-E em parceria com Viviane Ferreira. “Tremor” será exibido na sexta 21/06 às 19h no Cine Santander Cultural (seguido de seminário proferido pelo diretor), enquanto que “Tormenta Ressoante” estreia ao lado de todas as demais videoinstalações dos artistas convidados do CEN-E na terça, 25/06, em vernissage a partir das 19h na Galeria Ecarta. “Tremor” volta a ser exibido no dia 25 às 19h no mesmo Santander Cultural (veja imagem abaixo).

Tormenta Ressonante
Outro trabalho também concebido especialmente para  CEN-E é a videoinstalação “Hai Kai, indícios de vida sob a pressão do tempo” (2013), de Sérgio Borges. A obra acompanha as demais videoinstalações do CEN-E na Galeria Ecarta, de 25 a 30 de junho. O cineasta, que exibiu na última edição do festival o premiado longa-metragem “O Céu Sobre os Ombros”, volta ao CEN com algumas de suas obras mais representativas, incluindo um filme de 1996 que nunca foi exibido na capital gaúcha, o curta “Querida Nora” (Domingo 23/06, 17h, Cine Santander Cultural).

Também é destaque na programação do CEN-E a pré-estreia de “Doce Amianto”, longa-metragem dirigido por Guto Parente e Uirá dos Reis, que será exibido pela primeira vez em Porto Alegre na quinta-feira 27/06. às 19h no Cine Santander Cultural, seguido de seminário proferido pelo diretor convidado Guto Parente. O filme, um dos destaques deste ano na 16ª Mostra de Cinema de Tiradentes, ganhará distribuição nacional pela Vitrine Filmes no segundo semestre. Confira abaixo uma imagem de “Doce Amianto”.

DOCE AMIANTO_02

O duo Distruktur, formado por Melissa Dullius e Gustavo Jahn, traz a Porto Alegre pela primeira vez o programa “Navegação” (quarta 26/06, 19h no Cine Santander Cultura, seguido de seminário proferido pelos artistas). Experiência visual realizada a partir de um conjunto de filmes e imagens de arquivo produzidas pela própria dupla e acumuladas ao longo dos últimos sete anos, “Navegação” combina imagens e sons em um fluxo onírico, e revela uma percepção de mundo específica que só pode ser comunicada de forma não-verbal, através de intensidade, ritmo e forma, em uma linguagem puramente pictórica.

Dos 16 curtas-metragens que compõem o conjunto de filmes de Carlosmagno Rodrigues na programação do Cine Esquema Novo Expandido, oito são inéditos em Porto Alegre. Entre eles estão obras de diferentes fases da trajetória do cineasta: de “Michelangelo Antonioni”, de 1995, ao bem mais recente “Sebastião – O Homem que Bebia Querosene”, de 2007, o programa de Carlosmagno Rodrigues no CEN-E oferece uma retrospectiva bastante representativa do seu trabalho – sábado 22/06, às 17h e 19h (seguido de seminário proferido pelo artista) e terça 25/06 às 15h, no Cine Santander Cultural.

Vale lembrar que todos os artistas brasileiros convidados para o CEN-E vão oferecer seminários sobre a sua obra abertos ao público. A programação com datas, horários e locais de exibição, bem como informações das demais atividades do festival, está disponível aqui.

 Por Gabriela Ramos de Almeida e Jamer G. Mello

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *