Saiba quais são os artistas participantes da Competição Brasil


Conheça abaixo a lista dos artistas e obras selecionadas para a Competição Brasil do CEN 2016. São 44 trabalhos realizados por 59 artistas (sendo 10 duos e 4 coletivos). Destes, 32 serão exibidos na sala da Cinemateca Capitólio e 12 como projeções ou videoinstalações nos espaços da Cinemateca Capitólio, na galeria do Instituto Goethe, na galeria e auditório do Instituto Ling e nas paredes e ruas de Porto Alegre.

 

Antonio Akerman Seabra, (Karen Akerman e Miguel Seabra Lopes), OUTUBRO ACABOU, 2015, 23’, RJ

Arthur Tuoto, CARNÍVORA, 2016, 63’, PR

Bruno Carboni, O TETO SOBRE NÓS, 2015, 22’, RS

Clarissa Campolina, SOLON, 2016, 16’, MG

Claudio Marques (e Marília Hughes), A CIDADE DO FUTURO, 2016, 75’, BA

Cristiano Lenhardt, SUPERQUADRA SACI, 20’, 2016, PE

Cris Ventura, SATURNO EM ESCORPIÃO, 2016, 21’, MG/GO

Darks Miranda (e Luisa Marques), A MALDIÇÃO TROPICAL, 2016, 14’, RJ

Davi de Oliveira Pinheiro, ANOTHER EMPTY SPACE, 2015, 08’, RS

Davi Pretto, RIFLE, 2016, 88’, RS

Dellani Lima, DA JANELA PRA CONSOLAÇÃO, 2016, 17’, SP

Duo Strangloscope (Cláudia Cárdenas & Rafael Schlichting), ANGELUS NOVUS, 2016, 75’, SC

Emiliano Cunha, SOB ÁGUAS CLARAS E INOCENTES, 2016, 17’, RS

Eryk Rocha, CINEMA NOVO, 2016, 92’, RJ

Fabiano Mixo, WOMAM WITHOUT MANDOLIN, 2015, 05’, BR (RJ) / ALE

Fábio Baldo (e Sérgio Andrade), ANTES O TEMPO NÃO ACABAVA, 2016, 86’, BR (AM/RJ) / ALE

Felipe Poroger, AQUELES DIAS EM DEZEMBRO, 2016, 18’, SP

Filipe Matzembacher (e Marcio Reolon), O ÚLTIMO DIA ANTES DE ZANZIBAR, 2016, 21’, RS

Filipe Rossato, (Gabriel Pessoto, Henrique S. Ramos e João Gabriel de Queiroz), RECEITA DO QUE FAZER NA IMINÊNCIA DA FALTA EXTREMA DE ÁGUA, 2016, 09’, RS

Gabraz, DIGITARIA EX MACHINA, 2015, 23’, BR (RJ) / COL e INTERLÚDIO, 2016, 52’, RJ

Gabriel Honzik, TEMPORAL, 2016, 13’, RS

Gabriel Pessoto, (Filipe Rossato, Henrique S. Ramos e João Gabriel de Queiroz), RECEITA DO QUE FAZER NA IMINÊNCIA DA FALTA EXTREMA DE ÁGUA, 2016, 09’, RS

Gabriela Richter Lamas, SESMARIA, 2016, 20’, RS

Guilherme Soster, (Luciano Scherer e Jorge Loureiro), RUBY, 2015, 17’, BR (RS) / URU

Gustavo Jahn (e Melissa Dullius), MUITO ROMÂNTICO, 2016, 72’, ALE/BR

Guto Parente, O ESTRANHO CASO DE EZEQUIEL, 2016, 71’, CE

Hannah Serrat, RETALHO, 2015, 22’, MG

Henrique S. Ramos, (Filipe Rossato, Gabriel Pessoto e João Gabriel de Queiroz), RECEITA DO QUE FAZER NA IMINÊNCIA DA FALTA EXTREMA DE ÁGUA, 2016, 09’, RS

Isael Maxakali (e Roney Freitas), GRIN, 2016, 41’, SP

Isabel Penoni (e Valentina Homem), ABIGAIL, 2016, 16’, RJ/PE

Jacson Dias (e Maick Hannder), PARA AYLAN, 2016, 04’, MG

João Gabriel de Queiroz, (Filipe Rossato, Gabriel Pessoto e Henrique S. Ramos), RECEITA DO QUE FAZER NA IMINÊNCIA DA FALTA EXTREMA DE ÁGUA, 2016, 09’, RS

João Paulo Miranda Maria, A MOÇA QUE DANÇOU DEPOIS DE MORTA, 2016, 14’, SP

Jonathas de Andrade, O CASEIRO, 2016, 07’, PE

Jorge Loureiro, (Luciano Scherer e Guilherme Soster), RUBY, 2015, 17’, BR (RS) / URU

Karen Akerman (e Miguel Seabra Lopes), CONFIDENTE, 2016, 12’, RJ e OUTUBRO ACABOU, 2015, 23’, RJ (também de Antonio Akerman Seabra)

Leonardo Bomfim, HORROR, 2016, 23’, RS

Leonardo Mouramateus, A FESTA E OS CÃES, 2015, 25’, CE e HISTÓRIA DE UMA PENA, 2005, 30’, CE

Lucas Sá, BALADA PARA OS MORTOS, 2016, 22’, MA/RS

Luciano Scherer, (Jorge Loureiro e Guilherme Soster), RUBY, 2015, 17’, BR (RS) / URU

Luiz Pretti, (Pedro Diógenes e Ricardo Pretti), O ÚLTIMO TRAGO, 2016 92’, CE

Luisa Marques (e Darks Miranda), A MALDIÇÃO TROPICAL, 2016, 14’, RJ

Magda Gebhardt, ATLAS, 2014, 06’, BR (RS) / FRA

Maick Hannder (e Jacson Dias), PARA AYLAN, 2016, 04’, MG

Marcio Reolon (e Filipe Matzembacher), O ÚLTIMO DIA ANTES DE ZANZIBAR, 2016, 21’, RS

Marília Hughes (e Cláudio Marques), A CIDADE DO FUTURO, 2016, 75’, BA

Melissa Dullius (e Gustavo Jahn), MUITO ROMÂNTICO, 2016, 72’, ALE/BR

Miguel Seabra Lopes (e Karen Akerman), CONFIDENTE, 2016, 12’, RJ e OUTUBRO ACABOU, 2015, 23’, RJ (também de Antonio Akerman Seabra)

Paula Gomes, JONAS E O CIRCO SEM LONA, 2015, 81’, BA

Pedro Diogenes, (Luiz Pretti e Ricardo Pretti), O ÚLTIMO TRAGO, 2016 92’, CE

Raphael Aragão, HABITAT, 2015, 13’, PB

Ricardo Pretti, (Pedro Diógenes e Luiz Pretti), O ÚLTIMO TRAGO, 2016 92’, CE

Roney Freitas (e Isael Maxakali), GRIN, 2016, 41’, SP

Sabrina Luna, WHY NOT BE BEATIFUL?, 2015, 07’, BR (PE) / ALE

Sérgio Andrade (e Fabio Baldo), ANTES O TEMPO NÃO ACABAVA, 2016, 86’, BR (AM/RJ) / ALE
Thiago B. Mendonça, JOVENS INFELIZES OU UM HOMEM QUE GRITA NÃO É UM URSO QUE DANÇA, 2016, 127’, SP

Tião, ANIMAL POLÍTICO, 2016, 65’, PE

Valentina Homem (e Isabel Penoni), ABIGAIL, 2016, 16’, RJ/PE

 

O CEN 2016 é uma realização da ACENDI – Associação Cine Esquema Novo de Desenvolvimento da Imagem, em correalização com a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, através da Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia da Secretaria Municipal de Cultura e Goethe-Institut Porto Alegre; coprodução da Pátio Vazio e apoio institucional do Instituto Ling, Departamento de Artes Visuais e Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFRGS e Tecna – Centro Tecnológico Audiovisual do RS. A identidade visual do CEN 2016 é uma criação do designer gráfico Gustavo Panichi.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *