Revista Tatuí e dois livros dedicados ao cinema ganham lançamento no CEN 2011

O Lounge CEN, na Usina do Gasômetro, recebe os autores das obras “Ensaio no Real” e
“Cinema de Garagem” na sexta, dia 29 de abril

 Editoras da revista Tatuí, que também lança edição no CEN,
lideram grupo que produzirá um vídeo coletivo durante o festival

O CineEsquemaNovo 2011 – Festival de Cinema de Porto Alegre terá uma programação especial de lançamentos de livros na noite do dia 29 de abril, sexta-feira. O evento integra a “Hora Extra”, momento já tradicional no CEN em que os convidados do festival são chamados a apresentar ao público trabalhos ou atividades que não são aquelas que eles vieram desempenhar “oficialmente” no CineEsquemaNovo.

A Hora Extra especial do dia 29, portanto, receberá a partir das 20h30 os lançamentos da revista Tatuí e dos livros “Ensaios no real – O documentário brasileiro hoje”, de Cezar Migliorin, e “Cinema de Garagem – Um inventário afetivo sobre o jovem cinema brasileiro do século XXI”, de Dellani Lima e Marcelo Ikeda. Tanto os autores dos livros quanto as editoras da Tatuí, Ana Luiza Lima e Clarissa Diniz, estarão presentes na noite de lançamentos. Os autores são convidados do festival, e vêm a Porto Alegre participar de diversas atividades que compõem a programação do CineEsquemanovo (leia aqui sobre a parceria entre o CEN e a Tatuí).

As obras que ganharão lançamento no dia 29 são bastante representativas de todos os questionamentos que o CineEsquemaNovo vem trazendo à tona ao longo da sua história, e de forma ainda mais marcada nesta sétima edição, que vai de 23 a 30 de abril.

Cinema de Garagem – Um inventário afetivo sobre o jovem cinema brasileiro do século XXI” apresenta, como o próprio título sugere, um abrangente panorama do cinema independente brasileiro da última década. Um dos autores, Dellani Lima, acumula diversas participações no CineEsquemaNovo como realizador de vídeos selecionados e premiados. Já Marcelo Ikeda é pesquisador, professor do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Ceará e curador da Mostra do Filme Livre, festival realizado anualmente no Rio de Janeiro que tem uma proposta bastante próxima e inspiradora para o CEN.

O livro traz a ideia do “cinema não como profissão, mas como vocação. Uma nova resistência, através da política das imagens”, segundo os seus autores. Trata-se do resultado de uma década de observação empírica, pois ambos estão imersos neste tipo de produção audiovisual a que o livro se refere há muitos anos: um na condição de realizador (Dellani), outro na posição de pesquisador e curador (Ikeda).

Já “Ensaios no real – O documentário brasileiro hoje”, organizado pelo ensaísta e professor da Universidade Federal Fluminense (UFF) Cezar Migliorin, reúne 12 artigos de pesquisadores brasileiros sobre aspectos diversos do cinema não-ficcional contemporâneo no país.

Entre os autores dos textos estão nomes como Ismail Xavier (USP), Ivana Bentes (UFRJ), César Guimarães (UFMG), André Brasil (UFMG) e o próprio Migliorin. Os artigos problematizam temas como o ensaísmo no documentário, a figura do homem comum no cinema não-ficcional, as aproximações entre documentário e artes visuais e a política das imagens.

Cezar Migliorin também participará de um dos debates do CEN 2011, que será realizado no sábado, dia 30, às 14h no Cine Santander Cultural. No debate serão discutidas políticas públicas do setor audiovisual e a falta de incentivos formais para a chamada produção “pós-industrial”, para usar o termo cunhado pelo próprio pesquisador.

O terceiro título que será lançado na Hora Extra especial do dia 29 é a 11ª edição da Revista Tatuí de Crítica de Arte. A publicação, focada em discussões sobre as artes visuais na contemporaneidade, começou em 2006 em Recife, originalmente na forma de fanzine, idealizada por Ana Luiza Lima e Clarissa Diniz. Com duas versões, uma impressa e outra online (www.revistatatui.com), a Tatuí surgiu com uma proposta de crítica de imersão, bem diferente da crítica de arte mais tradicional, que se baseia no distanciamento.

A  edição que será lançada no CineEsquemaNovo tem como tema a mobilidade na arte, e as discussões trazidas pela publicação se debruçam em como tem sido produzida, pensada e viabilizada a arte em meio à profusão de informações e ferramentas de circulação da informação. A Tatuí #11 tem como colaboradores convidados vários artistas, curadores e críticos como Afonso Luz, Beatriz Lemos, Lucas Bambozzi, Marcio Harum, Marcio Shimabukuro (Shima), Mayra Redin, Paulo Nazareth, Ricardo Basbaum e Ricardo Resende.

Capa da Tatuí 11

Saiba mais sobre o vídeo que está sendo produzido durante o CineEsquemaNovo

As duas editoras da revista Tatuí, Ana Luiza Lima e Clarissa Diniz, participam da produção de um video coletivo que está sendo realizado durante o CEN em parceria com outros três artistas que também estão envolvidos com a sétima edição do festival, Pablo Lobato, Luiz Roque e Cristiano Lenhardt. O vídeo, a ser construído como um work in process sem linguagem pré-definida, tem como proposta apresentar registros feitos pelos artistas no CineEsquemaNovo, mas não necessariamente sobre o festival, como ocorreria nos moldes de um documentário mais formal sobre o encontro.

Com uma proposta estética e formal totalmente aberta e sem ter como base um roteiro prévio, o grupo parte do contexto oferecido pelo CEN para criar um vídeo que terá boa parte da sua força numa certa presença performática dos artistas durante a sua realização: um “olhar videográfico”, que se dará a partir da presença deles no festival, e na forma como se colocam naquele espaço. O vídeo também terá como matéria prima registros do público que por ventura sejam feitos durante o CineEsquemaNovo, numa busca por produzir um material com diferentes olhares sobre o CEN.

Pablo Lobato expõe no Atelier Subterrânea a videoinstalação “Expiração 02”. Já Luiz Roque e Cristiano Lenhardt são os autores de “Audição”, a vinheta oficial do CineEsquemaNovo 2011. No dia 29 de abril, os três artistas participam do debate “Expirações, Ficções e o CineEsquemaNovo”, às 14h no Santander Cultural. O debate vai reunir os criadores e curadores das exposições “Expiração 02” e “Ficções” para discutir os desdobramentos possíveis da união entre cinema e artes visuais e como os trabalhos destes artistas se inserem no CEN.

SERVIÇO
Hora Extra especial: lançamentos dos livros “Ensaios no Real” e “Cinema de Garagem” e da revista Tatuí no CineEsquemaNovo 2011
Data: 29 de abril
Horário: 20h30
Local: lounge do CEN na Usina do Gasômetro

* Evento produzido em parceria com a Palavraria – Livros & Cafés, que mantém um ponto de venda de livros de cinema e artes no lounge do CEN durante todo o festival.

TÍTULOS

CINEMA DE GARAGEM – UM INVENTÁRIO AFETIVO SOBRE O JOVEM CINEMA BRASILEIRO DO SÉCULO XXI
AUTORES: Dellani Lima e Marcelo Ikeda
PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE
VALOR: R$ 10,00

ENSAIOS NO REAL – O DOCUMENTÁRIO BRASILEIRO HOJE
AUTOR: Cezar Migliorin (org.)
EDITORA: Azougue
VALOR: R$ 35,00

REVISTA TATUÍ #11
PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE
VALOR: R$ 8,00

1 comment for “Revista Tatuí e dois livros dedicados ao cinema ganham lançamento no CEN 2011

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *