William Raban, pioneiro do cinema expandido, vem ao Brasil pela primeira vez no CEN-E

O Cine Esquema Novo Expandido, em correalização com a Prefeitura de Porto Alegre / Coordenação de Cinema, Video e Fotografia da Secretaria Municipal de Cultura, e em colaboração com a 9ª Bienal do Mercosul | Porto Alegre, traz pela primeira vez ao Brasil o artista e cineasta inglês William Raban.  Um dos pioneiros das práticas relacionadas ao cinema expandido e ao cinema experimental no mundo, Raban estará presente na abertura do CEN-E, dia 19 de junho, quando um barco navegando pelo Rio Guaíba ao fim do dia vai exibir seu longa-metragem Thames Film. No dia 20, o artista realiza uma Masterclass na Sala P. F. Gastal e acompanha a abertura de suas videoinstalações dentro da Usina do Gasômetro, onde ultrapassam o encerramento do festival (30 de junho) e ficam abertas à visitação até a segunda metade de julho.

Raban iniciou a sua produção na virada das décadas de 1960 e 1970. Sua formação artística começou ligada às artes plásticas, mas antes mesmo de concluir o bacharelado em pintura pela Saint Martin School of Art, Raban começou a fazer filmes. Desde então são mais de 40 obras audiovisuais, produzidas em diferentes suportes e formatos, e exibidas em diferentes circuitos, das salas de cinema aos museus e espaços voltados à arte contemporânea.


William Raban


A escolha de um nome seminal do cinema expandido para participar na edição de 2013 do Cine Esquema Novo converge com os novos rumos do festival e a proposta de oferecer uma visão ampliada do que seja a experiência do cinema. A obra de William Raban, para além da produção de efeitos estéticos particulares, apresenta também um tipo de pesquisa sobre linguagens possíveis para a produção de imagens em movimento, sobretudo no âmbito da não-ficção e das práticas experimentais. Um dos eixos sobre os quais o trabalho de Raban se debruça é a reflexividade: o cinema aparece em sua obra como uma linguagem do pensamento.

Se a presença abundante do audiovisual é hoje comum em exposições e bienais, o mesmo não se pode dizer do cenário do princípio dos anos 1970, quando Raban realizou suas primeiras experiências de exibição de filmes em múltiplas telas. Sky, de 1970, e River Tar, de 1971-72, foram obras que o artista concebeu para que só alcançassem seus efeitos plenos se exibidas simultaneamente e com a mesma velocidade. Se delineava ali a multiprojeção como característica comum ao seu trabalho e como referência para uma enorme quantidade de artistas contemporâneos.

Ela apareceria novamente em Diagonal, de 1976, em que três projetores exibiam o filme de seis minutos de duração também ao mesmo tempo, constituindo uma obra de caráter essencialmente experimental no sentido mais estrito do termo: testar, experimentar novos modos de fazer e exibir cinema.

Devido ao caráter bastante atual da obra de Raban em relação ao nosso tempo e todas as (boas) incertezas que vivemos no que diz respeito ao futuro do cinema e da produção de imagens, os seus trabalhos continuam sendo exibidos em mostras e exposições dedicadas ao cinema expandido. Diagonal, por exemplo, fez parte da exposição Expanded Cinema Extravaganza, realizada em 2009 em Canberra, Austrália. O mesmo aconteceu com Wave Formation, de 1996, exibida em 2004 em Dortmund, na Alemanha. E o Tate Modern em Londres realizou no ano passado uma atividade de retrospectiva do Filmaktion, grupo do qual Raban fez parte, com o seguinte descritivo: “endorsing a more active, participatory experience of cinema, they re-imagined the possibilities for film projection as a live event using multiple screen projections, live film performances and installations (…) incorporating elaborate projections and arrangements to create a sculptural, immersive and embodied space for cinema”.

Wave Formation - 2004 - Dortmund

Exibição de “Wave Formation” em Dortmund.


Por Gabriela Ramos de Almeida, Jamer G. Mello e Alisson Avila.

 

Patrocínio

Patrocínio PetrobrasPatrocínio Governo Federeal
Correalização

Correalização Secretaria de Cultura de Porto Alegre Correalização Secretaria de Cultura de Porto Alegre
Colaboração

Colaboração Fundação Bienal do Mercosul
Apoio

Apoio Ecarta Apoio Santander Cultural

Links | Coletivos

Links | Festivais

Links | Outros

Siga o CEN


© 2013 Cine Esquema Novo Expandido